MEDITAÇÃO: passo a passo para começar a meditar agora

A Meditação não está ligada a religião ou práticas espirituais, apesar de ser usada por muitos religiosos. É uma prática simples que pode ser feita por qualquer pessoa que busca melhorias no corpo, mente e no espírito.

Os benefícios são tantos que a meditação já é usada em empresas, escolas, hospitais, centros de reabilitação. Isso porque muitos estudos científicos comprovaram que a meditação é capaz de modificar a estrutura das células, prevenindo ataques de ansiedade, diminuindo dores, melhorando o sono, problemas musculares, reduzindo a pressão arterial, aumentando as defesas do corpo e a produção de serotonina, o hormônio ligado ao humor, o que deixa as pessoas mais alegres e menos deprimidas.

Além disso, quando começamos a meditar, passamos a nos conhecer melhor e, aos poucos, isso vai gerando uma intensa transformação em nossos hábitos e padrões de comportamento negativos. Isso acontece porque durante os minutos de meditação, silenciamos a nossa mente (ego), deixando que a nossa essência (alma) assuma o controle. Esse estado é o responsável por promover mudanças em nossa vida que, realmente, são eficazes.

Para silenciarmos a mente, o grande segredo é estar focado no momento presente. E a meditação é o melhor caminho para aprendermos a reduzir nossos pensamentos e aumentar a nossa presença no AQUI E AGORA.

 

COMO COMEÇAR A MEDITAR?

Há muitas formas de meditação, mas aqui eu explicar a técnica que aprendi com o médico e meditador Nisargan, que desenvolveu uma metodologia que ele chama de Meditações Contemporâneas, que torna a meditação mais acessível e prazerosa.

Para Nisargan, o ponto mais importante da meditação não são as técnicas em si, que na verdade são apenas situações para vivenciarmos a essência da meditação, que é o Estado de Presença.

Por isso, ele explica que as Meditações Contemporâneas dão o máximo de liberdade e o mínimo de regras, para que o indivíduo se conecte e seja ele mesmo. “Somos diferentes, temos ritmos, horários e momentos diferentes”, explica.

 

 

 

 

PASSO A PASSO

1) Escolha um horário e local tranquilo. O ideal é que tenha pelo menos 5 minutos para a prática.

2) Escolha uma posição confortável. Pode ser sentado, em pé ou deitado, mas deve ser a melhor forma de você conseguir manter seu foco no momento presente. Lembrando que a coluna ereta e cabeça erguida podem facilitar a prática, mas a postura deve ser a mais confortável possível.

3) Ao usar o aplicativo INSIGHT TIMER, você pode marcar 5 minutos, divididos em 5 momentos. Assim que o relógio começar a correr, poderá começar a prática.

4) O primeiro passo é PERCEBER o que está ao seu redor ou o que está sentindo, mas sem julgamentos ou pensamentos. Por exemplo, pode reparar que tem um ruído ao seu lado, que a cabeça está doendo, que os pés estão coçando, mas não faça interpretações dessas situações. Ou seja, não pense em quem fez o barulho, que irá precisar tomar um remédio ou que vai comprar um creme para os pés. APENAS SINTA, MAS NÃO JULGUE.

5) Ao final do primeiro minuto da prática, perceba o quanto tempo conseguiu permanecer nesse estado de atenção ao presente, sem pensamentos ou julgamentos. E siga para o minuto seguinte tentando aumentar essa presença.

6) Não se exija demais. É complicado permanecer com a mente livre dos pensamentos, mas a cada minuto passado, a prática vai ficando mais simples.

7) Ao final dos cinco minutos, COMEMORE. Você, certamente, conseguiu focar no PRESENTE por algum tempo.

8) Repita a prática TODOS OS DIAS para começar a ver os benefícios que ela traz para o corpo, mente e espírito.

9) Quando sentir esses efeitos, você terá vontade de aumentar o seu tempo.

10) Faça por quanto tempo desejar, mas lembrando que não importa a quantidade, mas a qualidade da sua meditação, ou seja, o tempo que você consegue permanecer mais tempo com sua PRESENÇA NO AGORA.

 

MEDITAÇÃO ATIVA

É ainda possível meditar dançando, chacoalhando, cantando, falando e movendo a sua energia. São as meditações ativas.

O mestre indiano OSHO foi o maior inovador dessa abordagem de meditação, e associou-as às meditações passivas, o que resultou em maior profundidade dessas últimas. Sim, as meditações ativas não são opostas às passivas e nem o contrário, mas intensificadoras uma da outra.

Além disso, as meditações ativas fortalecem e energizam nosso corpo, são antidepressivas e nos abrem à criatividade.

Por isso, uma dica é ALIAR uma meditação passiva com uma ativa. O objetivo continua sendo o mesmo: foco no presente.

Sendo assim, se a dança for a meditação escolhida ela deve acontecer de forma espontânea, sem julgar ou pensar nos movimentos, apenas deixando o ritmo levar.

 

 

 

AQUECIMENTO PARA A MEDITAÇÃO

Para o aquecimento da meditação, Nisargan ensina a técnica do HUMMING, que também pode ser usada em momentos de tensão. A técnica prolonga a respiração, auxiliando no relaxamento.

Para fazer a prática, ele sugere que a pessoa se sente com a coluna ereta e a cabeça alinhada com ela, podendo encostar as costas se quiser e permitindo que leves movimentos corporais ocorram, se isso acontecer espontaneamente, provoque uma vibração audível, grave e agradável nas cordas vocais através do som “ummmm…”, mantendo os lábios sempre encostados um no outro. Esse som poderá ser emitido em qualquer volume, desde que audível externamente.

Para aprofundar o processo, inspire o mais profundamente possível e, durante a expiração, permita que essa vibração audível permaneça até que se esgote completamente todo ar dos pulmões.

Para aprender a técnica e ver os detalhes do PASSO A PASSO, assista o vídeo completo:

 

 

 

Sobre Nisargan

Formado em Medicina na UNICAMP em 1979, trabalhou inicialmente como psiquiatria, mas logo abriu mão dos tratamentos medicamentosos para as chamadas “doenças da psique”, migrando para ajudar a desencadear quietude e sabedoria interna através da meditação, tornando-se um dos melhores instrutores de meditação do país.

É fundador do Espaço Presença em São Francisco Xavier, local paradisíaco, em meio à natureza, onde facilita os seus retiros de meditações para grupos. É autor do livro “A Arte de Estar no Presente”, edição esgotada. Desenvolveu também o Aplicativo de Meditação “Um Minuto de Presença”, disponível gratuitamente para Androids.

Na década de 80, Nisargan bebeu diretamente da fonte do Mestre OSHO em sua própria presença física, tanto nos Estados Unidos (Rajneeshpuram) como na Índia (Poona), e foi membro das suas comunas na Alemanha, Itália e Brasil. Também foi tradutor de dezenas dos seus vídeos e livros, todos já publicados.

 

Quem é Osho?

Osho é o mestre indiano mais comentado e polêmico do século XX. Com sua rebeldia, desafiou religiões, tradições sociais e a política, ao vivenciar a verdade por si mesmo e ao expressá-la de uma maneira única. Os seus discursos foram publicados em mais de 650 títulos e traduzidos para mais de 30 idiomas. As suas meditações, ativas e passivas, são praticadas até hoje em todos os continentes.
Osho deixou o corpo em janeiro de 1990, em Poona, na Índia. Os que se conectam com ele afirmam que seu transformador campo de energia está ainda mais disponível do que antes.

Post Autor
Mirella Bergamo
Mirella Bergamo é jornalista, apresentadora e produtora de conteúdo digital. Depois de sofrer com a Síndrome de Burnout ( grave esgotamento físico e mental) decidiu começar uma trajetória de mudança de vida, com foco no autoconhecimento e saúde integral. Suas experiências e o desejo de inspirar outras pessoas deram origem ao Eu Melhor.

MENSAGEM

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga o Eu Melhor no Instagram

O Eu Melhor também está no Instagram!
Desenvolvedor Web - Relbert Ribeiro